MAPAS TEMÁTICOS EDUCAÇÃO GEOAFRO

GEOAFRO 09. CARTÕES TEMÁTICOS – MATERIAL DIDÁTICO: Coleção Fotográfica “O Brasil & a África”

EDITORA: Mapas & Consultoria \ CIGA

Dimensões: 15x15 cm / p+b

Peso: 10g    

Ano: 2013

QUANTIDADE: 17 cartões

PREÇO DE CAPA: R$ 100,00

O Brasil é o mais importante país contemporâneo com registros das referências do continente africano “fora” da África. As referências estão gravadas, principalmente, nos seus territórios (urbano, rural, religioso, agrícola, comercial, cultural, tradicional, dentre outras dimensões possíveis de territorialização) e, sobretudo na sua população e na língua que falamos. É este “Brasil Africano” que tem sido a principal vítima da discriminação e preconceito instaurado secularmente sobretudo pela manutenção das práticas do regime escravista e da ideologia racista na sociedade dominante. Existe aí um atraso na mentalidade coletiva e das elites seculares, um equívoco nacional, isto porque o Brasil o país não precisa mais assumir a indiferença e a exclusão como estratégias para manutenção do poder histórico e conservador. Construir com recursos da fotografia um panorama contemporâneo com registros de referências do continente africano e do território afrobrasileiro, são indicações básicas para contribuir nos estímulos à outras “leituras e interpretações” da formação do território e do povo do Brasil.

GEOAFRO 10. MAPAS TEMÁTICOS AVULSOS - MATERIAL DIDÁTICO EDUCAÇÃO AFRO: Estereótipos Brasil – África & Globalização da Capoeira. 1A-1B

EDITORA: Mapas & Consultoria
ANO: 2007
DIMENSÕES: 84,1 x 118,9 cm (colorido) \ Impressões coloridas frente - verso
PREÇO: R$ 40,00
ISBN: 85-87763-11-3

A premissa básica é auxiliar na construção de outro perfil para o papel das culturas da África e das matrizes africanas na organização territorial e da sociedade brasileira e, neste sentido, preconizamos que uma compreensão espacial da inserção do continente e do nosso país no sistema são componentes fundamentais para uma atuação mais eficaz no planejamento e nas ações educacionais. Utilizamos os recursos das imagens cartográficas, como ferramenta de transmissão dos conteúdos pela sua eficiência no conhecimento e apreensão das informações. Os principais eixos temáticos tratados nesta oportunidade são os seguintes: 1. As variadas formas estereotipadas de olhar, representar e compreender os territórios, as nações e continentes revelam o quanto a matriz preconceituosa e da desinformação ainda estão presentes na estrutura global. O mapa temático ao mostrar estas articulações de distorções ideológicas evidencia o papel do Brasil como reprodutor de uma imagem construída no racismo secular e, como vítima do mesmo “modelo” e, 2. A capoeira, expressão da resistência étnica e cultural, organização social e reverência concreta às matrizes africanas sobreviventes no Brasil passa no momento atual, por um contexto de apropriação pelo sistema dominante e se constituí na principal matriz afrobrasileira globalizada.

GEOAFRO 11. MAPAS TEMÁTICOS AVULSOS - MATERIAL DIDÁTICO EDUCAÇÃO AFRO: O Brasil na Cartografia do Mundo & O Mapa Geográfico do Continente Africano. 2A-2B


EDITORA: Mapas & Consultoria
ANO: 2007
DIMENSÕES: 84,1 x 118,9 cm (colorido) \ Impressões coloridas frente - verso
PREÇO: R$ 40,00
ISBN: 85-87763-11-3

A premissa básica é auxiliar na construção de outro perfil para o papel das culturas da África e das matrizes africanas na organização territorial e da sociedade brasileira e, neste sentido, preconizamos que uma compreensão espacial da inserção do continente e do nosso país no sistema são componentes fundamentais para uma atuação mais eficaz no planejamento e nas ações educacionais. Utilizamos os recursos das imagens cartográficas, como ferramenta de transmissão dos conteúdos pela sua eficiência no conhecimento e apreensão das informações. Os principais eixos temáticos tratados nesta oportunidade são os seguintes: 1. Abordar uma cartografia geopolítica que possibilite uma interpretação mais realista dos processos historiográficos contemporâneos. A reflexão é trabalharmos a nossa posição no globo! Como seria estarmos numa posição mais central? Merecemos esta possibilidade? No mapa temático 2. Uma parte significativa do preconceito brasileiro em relação à população e às matrizes de referências africanas existentes no país, está no desconhecimento do continente africano. A cartografia com as estruturas físicas e divisões políticas abrem algumas possibilidades para minorar este quadro de desinformação.

GEOAFRO 12. MAPAS TEMÁTICOS AVULSOS - MATERIAL DIDÁTICO EDUCAÇÃO AFRO: Mosaico Noturno do Mundo – O Globo numa Perspectiva Invertida. 3A-3B


EDITORA: Mapas & Consultoria
ANO: 2007
DIMENSÕES: 84,1 x 118,9 cm (colorido) \ Impressões coloridas frente - verso
PREÇO: R$ 40,00
ISBN: 85-87763-11-3

PRODUTO ESGOTADO

A premissa básica é auxiliar na construção de outro perfil para o papel das culturas da África e das matrizes africanas na organização territorial e da sociedade brasileira e, neste sentido, preconizamos que uma compreensão espacial da inserção do continente e do nosso país no sistema são componentes fundamentais para uma atuação mais eficaz no planejamento e nas ações educacionais. Utilizamos os recursos das imagens cartográficas, como ferramenta de transmissão dos conteúdos pela sua eficiência no conhecimento e apreensão das informações. Os principais eixos temáticos tratados nesta oportunidade são os seguintes: 1. A questão da relatividade na orientação dos continentes para o norte ou para o sul passa pela imposição secular de que nós brasileiros estamos abaixo do Equador e, muitas vezes representados num hemisfério que ocupa apenas um terço do planeta. É esta imagem cartográfica ideológica distorcida, construída ao longo dos últimos cinco séculos, que questionamos nesta oportunidade e, 2. O mosaico de imagens de satélite do mundo visto à noite, revela com propriedade a exclusão do continente africano ao observarmos as concentrações e os eixos de urbanização, distribuídos por regiões secularmente privilegiadas. O documento cartográfico evidencia também a fronteira do Brasil e forma como se apresenta o principal território de cobiça do final do século passado e neste milênio: a Amazônia.

GEOAFRO 14. MAPAS TEMÁTICOS AVULSOS - MATERIAL DIDÁTICO EDUCAÇÃO AFRO: Estados Políticos e Chefarias, Fluxos dos Tratados Escravistas Transatlânticos da África para o Brasil Colonial-Imperial e Referências dos Povos Africanos e seus Descendentes no Território. Séculos XV-XIX.

EDITORA: Mapas & Consultoria

ANO: 2014

DIMENSÕES: 84,1 x 118,9 cm (colorido) \ Impressão colorida (FRENTE)

PREÇO: R$ 40,00

ISBN: 978-85-87763-167 

Este produto cartográfico se configura no movimento de resgate da eficácia dos recursos dos mapas temáticos, como ferramenta básica de apreensão e transmissão de conhecimento especializados, outrora usados largamente para o processo de dominação territorial, mas que pode ter bons resultados no reconhecimento das “Geografias Africanas da Diáspora”, esquecidas e minimizadas nos compêndios oficiais.

GEOAFRO 15. MAPAS TEMÁTICOS AVULSOS - MATERIAL DIDÁTICO EDUCAÇÃO AFRO: Diáspora África-Brasil e os Deslocamentos no território Brasileiro. Séculos XV-XIX.

EDITORA: Mapas & Consultoria

ANO: 2014

DIMENSÕES: 84,1 x 118,9 cm (colorido) \ Impressão colorida (FRENTE)

PREÇO: R$ 40,00

ISBN: 978-85-87763-167 

Não é mais pertinentes e nem aceitável a nação brasileira continuar se apresentando para o sistema dominante como um país “europeu”, mantendo um processo secular de negação da realidade, sobretudo as marcas irreversíveis encontradas no território que se organizou, na população conflitante “desenhada” e na estrutura da sociedade dividida e multifacetada.  Representação desses fluxos espaciais nos quatro séculos de sistema escravista oficial são evidentes na cartografia apresentada.

GEOAFRO 16. MAPAS TEMÁTICOS AVULSOS - MATERIAL DIDÁTICO EDUCAÇÃO AFRO: Matrizes Africanas Estruturais “Visíveis-Invisíveis” do Território Brasileiro Contemporâneo. Séculos XX-XXI.

EDITORA: Mapas & Consultoria

ANO: 2014

DIMENSÕES: 84,1 x 118,9 cm (colorido) \ Impressão colorida (FRENTE)

PREÇO: R$ 40,00

ISBN: 978-85-87763-167 

O Brasil atual vive um conjunto amplo de contradições que tem como “pano de fundo” as referências ainda não resolvidas dos quatro séculos de sistema escravista criminoso, ou seja, ultrapassamos o século XXI com esta “máscara” da invisibilização do Brasil Africano Real.  O conjunto amplo dos eixos temáticos tratados na cartografia permitem uma abordagem concisa e focada das dinâmicas que envolvem a Geografia Afrobrasileira deste momento histórico.

GEOAFRO 17. MAPAS TEMÁTICOS AVULSOS - MATERIAL DIDÁTICO EDUCAÇÃO AFRO: ÁFRICA – ORGANIZAÇÃO POLÍTICA E FISIOGRÁFICA.

EDITORA: Mapas & Consultoria

ANO: 2014

DIMENSÕES: 84,1 x 118,9 cm (colorido) \ Impressão colorida (FRENTE)

PREÇO: R$ 40,00

Por ser o mapa temático um relevante instrumento auxiliar e estimulador nas experiências de ensino, sugerimos a utilização desse documento cartográfico como fonte de informação para o (a) educador (a) confeccionar outros mapas derivados mais simplificados e\ou adaptá-lo a outros temas de interesse, utilizando materiais de baixo custo (papel manteiga, kraft, dentre outros). A premissa é não restringir as possibilidades de trabalho educacional e, um dos caminhos continua sendo a criatividade, ou seja, a elaboração do próprio material instrucional.

GEOAFRO 18. COMUNIDADE AFRICANA BANTU DE URUÁ NA REGIÃO DO BAIXO CONGO COM O CHEF KALAMATA SENTADO. FIM DO SÉCULO XIX – FOTOGRAFIA ANÔNIMA. COLEÇÃO MRAC.

EDITORA: Instituto Baobás

ANO: 2014

DIMENSÕES: 84,1 x 118,9 cm (colorido) \ Impressão colorida (FRENTE)

PREÇO: R$ 40,00

A estratégia de desinformar a população brasileira no que se refere ao continente africano é um entrave para uma perspectiva real de democracia racial no país. Não podemos perder de vista que entre os principais obstáculos criados pelo sistema a inserção da população de matriz africana na sociedade brasileira, está a inferiorização desta no ensino. Esse contexto somente poderá mudar com uma política educacional mais agressiva e com o foco direcionado para desmistificar o continente africano para a população do Brasil. Este é um ponto estrutural para um processo de mudança, onde o ser humano brasileiro de ascendência africana seja, de fato, mais respeitado no sistema dominante. Esta imagem fotográfica de uma comunidade ancestral possibilita imensuráveis abordagens no processo educativo afrobrasileiro.

GEOAFRO 19. MAPAS TEMÁTICOS DA CARTOGRAFIA DOS TERREIROS RELIGIOSOS DE MATRIZ AFRICANA NO DISTRITO FEDERAL.

EDITORA: Instituto Baobás

ANO: 2018

DIMENSÕES: 76,0 x 56,0 cm (colorido) \ Impressão colorida (FRENTE E VERSO)

PREÇO: R$ 40,00

 Dentro da “Geografia Africana Invisível no Brasil Contemporâneo”, destacamos o esquecimento proposital dos territórios religiosos. E mesmo passados quase 140 anos da sanção da Lei Áurea pelo regime imperial, a história e o sistema oficial brasileiro ainda continua associando à população de matriz africana uma imagem de “escravizados” e aos terreiros religiosos sempre como algo proibido, como se esses não tivessem permissão e nem fizessem parte da vida contemporânea do país. As ações do setor decisório, se mostram conflitantes e contraditórias. Entendemos que a manutenção da falta de informações e o preconceito secular são estratégias operantes para que um terreiro religioso de matriz africana não seja “visto” como um espaço de solução e sim, de problemas. A cartografia dos Terreiros do Distrito Federal é um exemplo de cartografia oficial de povos e espaços excluídos secularmente e que as políticas públicas podem se beneficiar e ter ações exitosas.