2008

Autor: Prof. Rafael Sanzio Araújo dos Anjos

Editora: Mapas & Consultoria Ltda.

Dimensões: 27 x 48 cm

Páginas: 121

ISBN: 85-87763-04-0

Cód. CIGA: 11.000

Preço Capa: R$ 80,00

(Acompanha CD com animação do monitoramento do crescimento do conjunto urbano de Brasília)

 

A maioria das cidades exibem problemas parecidos e apresentam diferenças no grau e na intensidade dos processos espaciais. A expansão das periferias urbanas e o consequente “inchaço” das cidades é, sem dúvida, um dos processos mais evidentes na maioria das cidades de médio e grande porte, tomando dimensões variadas a partir de mecanismos econômicos, políticos e sociais que operam no espaço urbano. O conjunto urbano de Brasília assume um contexto particular, por ser uma metrópole jovem, mas que já apresenta as contradições espaciais verificadas nas grandes e antigas cidades do Brasil. Por outro lado, as demandas para a compreensão e resolução das complexas questões da dinâmica da sociedade são crescentes e a cartografia constitui um dos instrumentos melhor colocados para responder e informar com mais seriedade o que aconteceu, o que está acontecendo e o que pode acontecer com o território. A obra publicada enfoca componentes estruturais da dinâmica territorial subdividida em três Partes integradas. Na primeira, são discutidas referências da dinâmica territorial, do crescimento urbano, do monitoramento espacial, mancha urbana, dentre outras. Na Parte I são abordados, também, o monitoramento da expansão urbana no Distrito Federal, a história dos seus vetores de crescimento, a sua mancha urbana no futuro , os padrões de uso do território e os espaços ambientalmente restritivos. Na Parte seguinte, o livro mostra a modelagem gráfica da dinâmica territorial e é feita uma interpretação espacial das unidades de paisagem da Região de Desenvolvimento do Entorno do DF. Na terceira e última parte da obra são feitas um conjunto de conclusões e recomendações para as questões estruturais do processo de ocupação do território do DF e da RIDE e um CD com uma animação gráfica do monitoramento espacial da evolução urbana do conjunto urbano de Brasília. Esta obra sintetiza quase duas décadas de pesquisas referentes à dinâmica territorial no DF, constituíndo uma referência básica para educação, planejamento e gestão do território.

Autor: Prof. Rafael Sanzio Araújo dos Anjos

Editora: Mapas & Consultoria

Dimensões: 32 x 45 cm

Páginas: 124

ISBN: 978-85-87763-13-6

Cód. CIGA: 13.000

Preço: R$ 90,00

Os documentos cartográficos do mundo, elaborados com textos, títulos e legendas em português, inglês e francês, mostram duas temáticas estruturais para o entendimento da expansão e uma das mais relevantes matrizes afro-brasileiras no globo e da verificação das imagens geográficas de dominação e inferiorização construídas nos últimos cinco séculos. Impressos em papel couchê e no formato A0 (0.85+1,25m), estes são instrumentos fundamentais no processo de alteração e reconstrução das imagens pejorativas associadas e atribuídas ao continente africano e ao Brasil. O mapa da globalização da capoeira contribui, também, para alterar a desinformação, sobretudo, na população brasileira da diáspora que se processa com esta expressão da matriz africana presente no país. Estes são, sem dúvida, materiais de apoio educacional estratégicos para auxiliar, principalmente, nas discussões de temáticas como diáspora africana na formação do mundo contemporâneo, exclusão continental no sistema dominante, formação de imagens preconceituosas e a consolidação de ideologias de dominação.

Autor\Coordenador: Rafael Sanzio Araújo dos Anjos

Editora: Instituto Baobás

Formato: (A3 maior) 30,5 x 40,0 cm

ISBN: 978-85-87763-19-8

Dimensões: 30,5 x 40,0 cm

Páginas: 216

Preço: R$ 150,00

Os documentos cartográficos do mundo, elaborados com textos, títulos e legendas em português, inglês e francês, mostram duas temáticas estruturais para o entendimento da expansão e uma das mais relevantes matrizes afro-brasileiras no globo e da verificação das imagens geográficas de dominação e inferiorização construídas nos últimos cinco séculos. Impressos em papel couchê e no formato A0 (0.85+1,25m), estes são instrumentos fundamentais no processo de alteração e reconstrução das imagens pejorativas associadas e atribuídas ao continente africano e ao Brasil. O mapa da globalização da capoeira contribui, também, para alterar a desinformação, sobretudo, na população brasileira da diáspora que se processa com esta expressão da matriz africana presente no país. Estes são, sem dúvida, materiais de apoio educacional estratégicos para auxiliar, principalmente, nas discussões de temáticas como diáspora africana na formação do mundo contemporâneo, exclusão continental no sistema dominante, formação de imagens preconceituosas e a consolidação de ideologias de dominação.